2.6.10


amuar é um verbo lindo!!

Vejo que estás mais crescida
Já dobras a frustração
Bates com a porta ao mundo
Quando ele te diz não
Envolves o teu espaço
Na tua membrana ausente
Recuas atrás um passo
Para depois dar dois em frente
Amuar faz bem
Amuar faz bem
Ficas descalça em casa
A fazer a tua cura
Salva por um bom amuo
De fazer má figura
Amanhã o mundo inteiro
Vai perguntar onde foste
E tu dizes apenas
Que saíeste, viajaste
Amuar faz bem
Amuar faz bem
Nada como um bom amuo
Apenas um recuo quando nada sai bem
E depois voltar
Como se nada fosse
E reencontrar o lugar
Guardado por um bom amuo
                                Carlos Tê

10.5.10

hotel.



Se fosse alguma coisa, não poderia imaginar

Monotorizar a existência, para que ela não seja monótona. Tornar anódino
o quotidiano, para que a mais pequena coisa seja uma distracção.
Livro do Desassossego - Fernando Pessoa

18.4.10

primavera: chuva e cinzas de vulcão


 
 
 















ia hoje para Munique, mas o voo foi cancelado porque o aeroporto
foi fechado devido as cinzas do vulcão da Islandia. Quem imaginaria
que a erupção de um vulcão de nome impronunciável numa ilha feita
de gelo, Björk e as canções estranhas dos Sigur Ros me afectaria aqui
no Porto... a mim e a milhares de pessoas em todo o mundo.
Tive de adiar a visita a minha amiga querida. Ia festejar o meu aniversario,
entre cervejas e sorrisos largos... ficou adiado para qualquer dia destes.
Os amigos não tem lugar nem hora, acontecem sempre.

não basta a primavera...

14.4.10

fim de tarde






















supersample
fim da tarde, ontem... parece que nunca mais é primavera!!!

13.4.10

cartas de agnés


















fotografia de cena do filme As Praias de Agnés  (Les plages d'Agnès),
tiradas na TV com o iphone. Um fantástico documentário onde ela explora
as suas memórias, seus amores, o seu percurso cinematográfico, as
memórias da infancia, da guerra ... usando fotografias e bocados dos seus filmes,
filmes dos amigos e os do seu companheiro Jacques Demy.  Um percurso por
uma vida rica de afectos e arte, da infancia à velhice passando pela morte
do seu companheiro. Um documentario belo e comevente.
Eu sou uma grande fã da Agnés Varda

I am love

7.4.10

















Estou trabalhando nas fotos para o projecto "photobooth". 
Tenho ainda de definir o formato e o material que usarei como suporte.
Penso em alumínio.

6.4.10

into the photobooth #2






















Resolvemos  adiar a exposição de Lisboa  de Maio para  Outubro, melhor assim.
Fica para depois de New York. Inaugura a 23 de outubro, portanto terei tempo
para suspirar depois de voltar da  viagem.
Estou tranquila, as coisas acabam por acontecer sempre numa boa!

26.3.10

corpo: lugar da emoção.















Uma voz longe de um corpo.

corpo:
não me habites
eu ainda não estou pronta
para a densa seriedade que tu exiges.
a voz.

texto: ondjaki

12.3.10

coração

    Lua, a miss almofada, minha companheira


















Há dias que precisamos de coisas simples, pessoas amáveis, um raio de sol,
um sorriso ... estas coisas que nos apazigua a alma e acalma o coração.
Hoje é um destes dias.

24.2.10

inverno

o inverno não é apenas chuva, frio, tragédias ....
tambem há, como em quase tudo, o belo.

22.2.10

Ando preocupada com o meu trabalho,  porque tenho uma exposição
com data marcada para final de Maio e não estou conseguindo me concentrar ... 
há tanta coisa a me desviar a atenção!!

18.2.10

work in progress



páginas de cadernos antigos

 Tenho duas exposições marcadas para este ano.  Lisboa e Nova York,
com inaugurações marcadas para a ultima semana de Maio e primeira semana
de Setembro respectivamente, portanto tenho muito que trabalhar. Por varias
razões, estou muito atrasada. Este blog não é, evidentemente, um diario do meu
trabalho, mas irei falando das ideias e do processo das exposições. Normalmente
ao longo do processo criativo de cada exposição, vou fazendo um caderno,
uma especie de 'artist book',  onde escrevo sobre tudo o que vai acontecendo...
as dificuldades, o passo-a-passo, os nãos ... as inspirações e influencias, os resultados,
etc...  tentarei trazer para aqui esse jeito de fazer o meu trabalho.
E para começar um novo projecto, como disse  Frank Ghery no filme Sketches of Frank Gehry by Sydney Pollack:  I clean my desk.
Vamos  ver o que vai sair.